Loja

Escovas de Dente de Bambu – Kit Familiar 3

R$40,00

Escovas de dente de bambu, EcoBambu, da Oral Clear. Esse kit familiar 1 contém 2 escovas adulto e 1 escova infantil.

 

Produto natural, biodegradável, impermeabilizado com óleo natural.

 

Esse é o primeiro modelo fabricado no Brasil, ou seja, além se ser sustentável nosso produto fomenta a indústria nacional e incentiva o desenvolvimento econômico do país.



As escovas de dente Ecobambu são pioneiras na Indústria Nacional! Possuem cabo de bambu natural 100% biodegradável, com impermeabilização natural que diminui a proliferação de fungos e bactérias.

 

Sem PVC, sem BPA, biodegradável, ecológica, sustentável, vegana, e Cruelty-free. Embalagem zero plástico e compostável.

 

Abandone as escovas de plástico de vez!

 

Especificações:

Marca: OralClear
Modelo: ECOBAMBU
Material do Cabo: Bambu
Material das Cerdas: PBT (Polibutileno Tereftalato)
Embalagem: Caixa Papel Kraft – Compostável
Tamanho Adulto: 18,5 cm o comprimento total da escova e cabeça de 3,1 cm, com cerdas macias
Tamanho Infantil: 15 cm o comprimento total da escova e cabeça de 2,2 cm, com cerdas macias

Peso 40 g
Dimensões 4.5 × 2.5 × 21 cm

Perguntas Frequentes

PERGUNTAS FREQUENTES

 

Porque trocar as escovas de dente convencionais por escovas de bambu?

As escovas de dente convencionais, produzidas em plástico, demoram centenas de anos para se decompor após serem descartadas. Pensando que os dentistas recomendam a troca das escovas de dente a cada 3 ou 4 meses, não há lógica que o material das escovas de dente sejam tão resistentes e produzidas com material de impacto ambiental tão negativo.

 

Qual a vantagem de escolher este modelo de escova?

Esse modelo é fabricado aqui mesmo no Brasil, em Goiás, pela Oral Clear, uma empresa nacional que é a primeira a utilizar o bambu para produção de artigos de higiene pessoal no país. Consumindo produtos locais ajudamos a criar empregos e fortalecemos o desenvolvimento econômico do nosso país.

 

Quanto tempo dura a escova de dente de bambu?

Isso dependerá da forma de armazenagem do produto. A recomendação é fazer a troca de escova a cada 3 meses, no entanto, se for bem conservada (sempre seca) seu uso pode se estender um pouco mais. A troca é recomendada quando as cerdas apresentarem sinais de deformação.

 

Como devo armazenar a escova de dente de bambu?

Para evitar a proliferação dos agentes decompositores antes do tempo, as escovas devem ser armazenadas secas, em locais arejados, de preferência deitadas, já que secam mais rápido.

 

As escovas de dente de bambu podem mofar?

As escovas são impermeabilizadas com Óleo Natural que não deixa proliferar fungos e bactérias. No entanto, essa proteção diminui ao longo do uso. É essencial manter a escova em local seco e arejado e jamais guardar ela molhada, isso aumenta a vida útil e diminui a chance de fungos.

 

Como devo descartar a escova de dente de bambu?

As cerdas são recicláveis: devem ser removidas (quebrar a cabeça da escova) e descartadas no lixo reciclável. O cabo da escova é compostável: pode ir na sua composteira doméstica, ou até mesmo pode ser enterrado.

 

Quanto tempo demora para se decompor?

Depende muito do ambiente onde ele for descartado. Se você enterrar em um local rico em vida e matéria orgânica esse processo pode ser agilizado.

Mas, no geral a média de decomposição é de 30 anos, de forma natural, sem agredir a natureza com compostos químicos sintéticos, diferente das escovas de plástico que demoram até 400 anos e deixam microplásticos por toda parte. Você já pensou que todas as escovas produzidas no mundo ainda estão aqui poluindo esse planeta?

Você sabia?

CURIOSIDADES

 

  • O bambu é a planta de crescimento mais rápido do planeta. É uma gramínea, assim como o arroz, o trigo, o milho e a cana-de-açúcar, e suas varas (chamadas de colmos), atingem seu comprimento final em até seis meses – podendo atingir 30 metros de altura.

 

  • Somente no Brasil, existem 230 espécies nativas de bambu. É uma cultura perene, que possui um poder de renovação muito grande, e é considerado um cultivo ecológico por representar maior produção de matéria-prima quando se relaciona a área de plantação e o tempo de colheita e dispensa o uso de pesticidas e agroquímicos. Assim, pode se tornar uma alternativa de renda ao agricultor familiar mesmo em pequenas propriedades. Existe até uma lei de incentivo, criada em 2011, para fomentar o desenvolvimento da cultura do bambu no país (Lei n 12.484), com o intuito de valorizar a planta como produto capaz de suprir necessidades ecológicas, econômicas, sociais e culturais.